Glossário

Factoring

 

Adiantamento – Utilização de fundos disponibilizados por uma empresa de Factoring ou por um mutuante por contrapartida de um ativo.

Cessionário – A entidade a quem é cedida uma fatura/crédito.

Cessão de créditos – Transferência de uma ou várias faturas do aderente para o cessionário.

Cedente/Aderente – A entidade que dispõe de um ativo (ex: fatura) para cessão.

Factoring Confidencial ou não Notificado – Acordo entre Aderente e Factor, em que o primeiro cede as suas Facturas e o segundo adianta uma percentagem do valor destas, normalmente sem Notificação ao Devedor. O Aderente detém controlo total sobre a gestão da conta clientes com a possibilidade de utilizar uma conta bancária dedicada especificamente para esta operação.

Cobertura de Risco de Crédito – Serviço oferecido por uma empresa de Factoring em que esta aceita o risco de não pagamento (mora ou insolvência), no caso de o devedor ser incapaz de pagar a sua dívida.

Devedor (comprador) – Empresa à qual foram vendidos bens ou serviços pelo Fornecedor (Aderente), e que terá de os pagar à Factor, uma vez que os seus créditos lhe foram cedidos.

Factor – Instituição Financeira que disponibiliza Factoring.

Fatura – Documento emitido pelo Vendedor ao Comprador, onde consta, entre outros, o valor do crédito a pagar e as condições de pagamento.

Notificação – Notificação emitida pelo Aderente ao Devedor, que o informa que os seus créditos foram cedidos (de forma total ou parcial) à empresa de Factoring.

Instituição de Cross-Selling – Associação internacional cujo objectivo comum é facilitar o comércio internacional através do Factoring, fazendo a ligação entre Factors de diversos países, para cobrar localmente nesses diferentes países.

Sistema 2 Factors – Uma empresa de Factoring recorre a outra empresa de Factoring noutro país (a Factor Correspondente) para efectuar a cobrança de uma Factura de um Cedente que exporta para um cliente nesse país, com ou sem adiantamento e cobertura de risco de Crédito. O relacionamento entre as Factors Correspondentes é geralmente governado por um acordo pré-estabelecido.

 

Leasing

 

Locação Financeira - termo jurídico para descrever o produto que em Portugal é habitualmente denominado como Leasing. É uma forma própria de financiar bens, móveis ou imóveis, que se distingue claramente do crédito, pois o que é entregue é o gozo de um bem e não capital para aquisição do bem. O bem ao ser adquirido pela locadora para ser disponibilizado ao locatário, aumenta a segurança da operação para todos, com as vantagens inerentes a vários níveis.

Locatário - o cliente num contrato de Locação Financeira.

Locador - a instituição financeira que disponibiliza a locação financeira.

Coisa locada - Refere-se ao bem/ativo que é dado em locação num contrato de locação financeira. É comum utilizar-se a expressão: “coisa locada” ou “bem locado”.

Valor Residual - É o valor, geralmente pré-acordado no início do contrato, pelo qual o bem locado pode ser adquirido pelo locatário no final do contrato, caso este assim o entenda.

Opção de compra - No final de um contrato de locação financeira, existe sempre uma ‘opção de compra’ por parte do locatário para adquirir o bem locado. Caso não exista ou não seja uma opção de compra, então não se está perante uma operação de locação financeira.